Life is like a boat - 29/set ❣️

St. Kitts tripsavvy.com / Foto: reprodução
"Se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim, único no mundo. Serei para ti única no mundo..." - Saint Exupéry

Sobressaio de pensamentos ternos além do tecido epitelial, acordei de uma constância penumbra que em vão momento se dispõe em escrever carícias para alguém que está tão longe.. Dobram-se os dias, se tornam mais intensos, ao seu lado nem me permito em apenas ser artista e sim uma louca que sequer conhece freio nos pés. Voar. Voar.
Posso compor um conto além da pele, todavia, o coração precisa sentir acima dessa aura pacificamente serrana. Desejei agora, uma escrita relevante, para que esta atravesse vegetação e quilômetros de asfalto negro nesse cair da noite, carros e seus trânsitos e chegue em apenas um coração.

Sobressaio de pensamentos descobertos pelo tamborilar das minhas mãos, escrever carícias é o máximo que posso fazer para desejar de tão sutil jeito que este que o lê, sinta-se abraçado com minhas verdades diante de seus olhos.. Por um momento permitirei um sonho, poder brindar estrelas e repousar no peito de quem tem, incansavelmente, dedicado suas batidas de coração para que eu enfim pudesse sorrir. A ação do sonho é gratuita. Preciso que minhas palavras cantem de um modo submisso sobre uma saudade que parece não ter fim, seria um relato de amor e saudade? Isto será um conto da nossa eternidade, ou apenas uma maneira que encontrei de que pudesse sentir através de tecnologia pertinente o que tão facilmente resolveria com um abraço de urso. Poderia recitar as palavras mais complexas, para por fim, liberar sentimentos tão indescritíveis sob seus arrepios e mesmo assim, seria insuficiente. Mas não desisto de tentar que este seja um conto como jamais leu - aqui tem meu coração exposto através dessas luzes RGB e que buscam incansavelmente que sejam calorosos o suficiente quanto o repousar do peito que eu tanto espero.

Preciso agora, mais do que antes, que um parágrafo que seja inovador, tecido de mãos sinceras.
Olho essa página começando a ganhar letrinhas e sinto necessidade de fechar os olhos, mesmo que brevemente, toda fonte da minha inspiração tá nessa espera.. Por saber que meu verdadeiro lar tem uma penumbra carmim e também vermelha de nossas energias. Dessa maneira alcanço o céu, mas adoraria me fazer de lua só para que pudesse compor nesse brinde de estrelas um instante somente nosso. Quantas saudades será que nossa existência tão antiga suportou, para que mais uma vez pudéssemos partilhar de pequenas vontades tão íntimas, será que se equiparão com a quantidade de respirações ofegantes que dividiremos? Eu ainda não me canso de pensar que este será o conto mais difícil que eu tenha de escrever, palavrear coisas vivas não é uma tarefa bem fácil.. Mas achamos um modo diário: eu amo você.

Tentarei com analogias agora, que é a forma que mais conheço de descrever sensações, coisas que quero eternizar nesse espaço virtual que compõe meu cérebro.
A distância não significa NADA quando alguém significa tudo. Encontro o mesmo conforto de suas mãos ao me sentir abraçada pelo sol que irradia vitamina D nos meus poros tão necessitados. Encontro vislumbre de sorriso ao abrir um pote de sorvete que, com muito carinho, me faz pensar quantos dividiremos e com colheres pequenininhas - em dueto - para que apreciemos em pequenas doses um prazer secreto. Mesmo que dobrem os dias, ao cair no sono sempre lamentarei que não mais pudesse ter alguma forma de interação contigo, toda saudade não será suficiente para que eu sinta tão vivo que você é real, mesmo que em algum momento tenha te imaginado sem saber que um aplicativo atual forneceria um reencontro de um amor que sobrevive e cresce em milênios. Escrevo pensando em tantas coisas, todas elas existem você e moram em nós, contexto este que cada dia mais me arrancam suspiros.

Desde então, passei a ver amor em coisas improváveis..
Ao observar no pequeno caos urbano, vi um casal caminhando em um concreto fajuto, a mulher controlando um pequeno garoto bege que insistia em tocar todas as paredes. Este mesmo moleque bege esquece as paredes e enxerga algo que o faz olhar com curiosidade, um fragmento de caixa de papelão todo pisoteado. Parei e observei essa curiosidade que plasma desse pequeno, até que surpreendida o mesmo esconde esse fragmento reciclável em baixo de sua blusa e caminha firmemente como se aquilo fosse algo muito valioso, eu vi amor nisso. Um moleque que protegia seu ponto alto de peça e corria pela calçada gelada afora. Sorri pra mim, pensei que dádiva seria se pessoas pudessem ter um anjo em suas vidas, orientais ou não, para que pequenos papelões pisados por pessoas apressadas quem sabe, pudesse virar amor também.

Com isso entendo o que os poetas fazem com a dor, insistem em dizer que respiramos amor, e é verdade.
Nesse dia especial por si só, para comemorar quando o mundo recebe uma alma tão incrível, percebo que mais nada faz sentido se essa luz não estiver perto da minha. A gratidão ganha um novo significado quando se faz presente em demonstrar, para uma pessoa que ainda não conheço mas já tem ponta especial nesse conto, por ter gerado a pessoa que deu sentido completo por eu estar aqui hoje, formando letras que expressem um conto que ainda não decidi do que se trata.. Mas posso começar por exemplificar, um conto mágico.

Faz sentido por todos os sorrisos, uma música em comum, flocos e napolitano, azul, perversão, cumplicidade, loucura, saudaaaaaaaade, apostas, sonhos, aprendizado, coerência, café da manhã, maresia, buquê de orquídeas, sussurros, provocações, torta de abricó, sal em excesso, sermos um do outro e por fim, mesmo que inúmeras coisas que fazem sentido venham em mente, amor.

Sobressaio, agora, de uma verdade que me abraça e sussurra de um jeito cântico, com prováveis peças a quarar no sol do seu sonho, você é tudo que sempre sonhei. E só faz sentido assim, quando puder reencontrar você e poder deixar que meus olhos grandes mostrem o quanto senti sua falta.

Feliz aniversário, entreguei meu coração à você e meu presente hoje é que seja sem devolução.

Com amor,
Sua.

https://www.letras.mus.br/rie-fu/188136/traducao.html - tirei das 7 chaves para você.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.